Fluxogramas

Introdução

Apesar de mais intuitivas do que a linguagem binária, pensar na lógica de solução de um problema (algoritmo) em termos de uma linguagem de programação, pode ser uma tarefa complexa. Ainda bem que, antes de programarmos uma solução de fato, podemos utilizar algumas técnicas que nos ajudam a pensar na solução de forma mais visual e intuitiva para nós humanos. Vamos dar uma olhadinha no que os fluxogramas tem a nos oferecer ;-)

 

Fluxograma

 

Como você já deve saber, um programa é normalmente dividido em várias partes, são elas: entrada de dados, processamentos, estruturas condicionais e de repetição e saída de dados. As instruções do programa operam sobre valores numéricos ou textuais armazenados em variáveis na memória principal (RAM). Veja abaixo os símbolos que vamos utilizar no nosso fluxograma.


 


 

Problema Resolvido


 

Problema

Faça um programa que leia os valores de tensão (v) e corrente (i) e calcule a resistência (r) necessária. Utilize a fórmula r = v/i

 

Passo 1: Onde desenhar o fluxograma?

Você pode utilizar uma folha em branco e desenhar as formas à mão. Como as formas são be simples, papel e lápis (e borracha) são a maneira mais simples.

Porém, para viabilizar o trabalho em equipe, utilizaremos aqui a ferramenta para montagem de apresentações Google Apresentações. Você também pode utilizar o Libre Office ou o Power Point, sem problemas.

 

Acesse o Google Drive a partir do seu gmail ou gsuite e siga os passos abaixo:

 

Passo 1: marcar o ínico da execução

Adicione uma elipse para marcar o início


 

Passo 2: entrada de dados

 

Para que o programa consiga calcular a resistência como resultado, precisamos pedir que o usuário digite os valores de tensão e corrente antes. Adicione a forma para entrada de dados e coloque os símbolos v e i para tensão e corrente.

Quando traduzimos para linguagem C, esse ícone deverá se transformar em duas chamadas à função scanf(), uma para a variável v e outra para a variável i.

 

Passo 3 - calculando a resistência

 

Nesse momento, supomos que os valores de v e i já se encontram digitados e armazenados nas variáveis. Agora devemos utilizá-los para calcular a resistência.

 

Adicione o retângulo para processamento de informação, conectado à forma anterior:

 

Nesse momento, a resistência encontra-se calculada e armazenada na variável r.

 

Passo 4 - Monstrando o resultado ao usuário

 

Agora, para finalizarmos, precisamos somente mostrar o valor da resistência ao usuário. Para isso, vamos utilizar a forma de saída de informação juntamente com a variável r. Depois disso, podemos finalizar o programa.

 

 

Finalizando

 

Neste ponto, montamos nosso primeiro fluxograma para o problema de cálculo de resistência baseado nos valores digitados de tensão e corrente. Veja o fluxograma completo abaixo:

 


Questões