Preparação - Primeira Rede no Packet Tracer

Olá, neste ponto vamos fazer um exemplo básico na ferramenta Cisco Packet Tracer para testarmos uma rede simples. Nosso objetivo é verificar se a ferramenta está funcionando adequadamente e conhecer um pouco das suas funcionalidades. Siga o passo-a-passo abaixo:

Veja abaixo como é dividida a tela do simulador.

Agora vamos em criar um exemplo simples no simulador e testar se está tudo OK com nosso novo brinquedo. Siga para o próximo tópico.

Montando uma Conexão de Internet

Olá, neste tópico você vai aprender como utilizar os componentes do simulador para montar uma conexão de Internet com um modem DSL a cabo, um Roteador WiFi um computador e um notebook. Além disso, vamos realizar uma configuração básica no roteador e nos computadores e testar a nossa rede. Partiu mão na massa!

 

Passo 1 - Adicionando uma Nuvem de Internet

Para simular a Internet vamos utilizar o componente  Nuvem. Este componente é capaz de transmitir e receber pacotes, simulando uma conexão de Internet.

 

1.1 - Dê um único Clique em Network Devices (Dispositivos de Rede), Wan Emulation (Emulador de Rede WAN), PT-Cloud (Nuvem). Posicione o cursor na área e dê mais um único clique

 

1.2 - Selecione um modem DSL a cabo

1.3 - Clique no Menu de Conexões e selecione o cabo Coaxial

 

1.4 - Clique na Nuvem de Internet e selecione a porta do cabo coaxial

1.5 - Clique no modem a cabo na porta para o cabo coaxial

 

Passo 2 - Adicionando um Roteador WiFi (Sem Fio)

Atualmente, a maioria das residência com conexão de Internet possuem uma rede sem fio. Para criar nossa rede, vamos adicionar um roteador sem fio e configurá-lo

2.1 - Clique em “Network Devices”, “Wireless Devices” e adicione um roteador sem fio. Veja os passos na imagem:

 

2.2 - Conecte o modem ao roteador com um cabo de par trançado direto. Veja o esquema abaixo

 

Configurando a Rede WIFI

2.3 - Clique no roteador para configurar o nome da rede, clique em salvar ao final

 

2.4 - Configure o protocolo de segurança e a senha da rede em Wireless Security.

O WPA2 utiliza um algoritmo super seguro para encriptação de dados (RC4), o que o torna o melhor em segurança atualmentee, embora 100% de segurança seja um mito.

 

2.5 - Adicione uma senha forte para a sua rede.


 

Guarde Isso! 

Quanto maior a quantidade de grupos de caracteres utilizados na senha, mais difícil será para algum espertinho quebrar a senha da sua rede! Isso ocorre porque a maioria dos programas de cracking de senha funcionam testando várias combinações de caracteres até descobrir a senha que você colocou. Por isso, utilize caracteres minúsculos, maiúsculos, números e caracteres especiais na sua senha para dificultar o trabalho dos programas de cracking.

 

Configurando o DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol)

Neste ponto, você já sabe que cada dispotivo conectado à Internet necessita de um endereço IP único. Logo, imagine se tivéssemos que configurar um novo IP cada vez que acessamos à Internet! Seria muito tedioso, não acha? O DHCP é um protocolo que resolve esse problema para nós distribuindo endereços IP automaticamente para os dispositivos conectados ao roteador. Bacana não é?

Vamos dar uma espiada nas configurações de DHCP do Roteador

 

Nas configurações acima, observe que o serviço DHCP está habilitado. O endereço IP do roteador é o 192.168.0.1. Este é um IP padrão para a maioria dos roteadores. Observe também que o campo Start IP Address estabelece o IP a partir do qual o protocolo fará a distribuição o dispositivo que se conectar ao roteador: serão fornecidos IPs a partir do 192.168.0.100 para cada dispositivo que se conectar. Por exemplo, os IPs 192.168.0.101 e 192.168.0.102  podem ser distribuídos para um computador e um smartphone que se conectem nessa rede. Veja abaixo o restante das configurações.

Essa rede está configurada para admitir no máximo 50 usuários e a faixa de IPs válidos vai de 192.168.0.100 até 192.168.0.149, totatilizando 50 IPs


 

Passo 3 - Adicione Hosts a sua Rede

 

3.1. Clique no Menu de Dispositivos Finais e adicione dois computadores desktop

 

3.2. Conecte os computadores ao roteador com cabos de par trançado e aguarde as conexões mudarem de laranja para verde.

 

Configurando o DHCP nos PCs

 

3.3. Clique no primeiro PC e acesse as configurações de IP

3.4. Ligue o protocolo DHCP para obtenção automática do endereço IP nos computadores

3.5. Repita o procedimento no segundo PC e observe o IP fornecido automaticamente pelo roteador.

 

Para Guardar! Sobre o DHCP

Ao se conectar a uma rede pela primeira vez com o DHCP ligado, o dispositivo envia uma mensagem para toda a rede solicitando as configurações de IP da rede. O roteador recebe a mensagem, seleciona um IP e o envia para o dispositivo se configurar automaticamente. Que bom que não precisamos configurar o IP do nosso smartphone ou notebook cada vez que nos conectamos em rede, não acha?!



 

4. Testando a Rede com o Protocolo ICMP

 

Vamos testar a rede com uma mensagem do protocolo ICMP Ping. Esse protocolo envia pacotes de teste e aguarda a sua “devolução” de um dispositivo de origem para um dispositivo destinatário.

 

4.1.  Acesse o modo de simulação

 

4.2 - Edite a lista de protocolos que serão monitorados, deixando apenas o protocolo ICMP. Veja os passos na imagem a seguir:

 

4.3. Clique na mensagem ICMP na tela do simulador, selecione a origem e o destinatário. Execute a simulação.

 

4.4. Ao final da execução você deverá ter percebido o seguinte:

  • Foi disparado um pacote de teste do PC de origem

  • O pacote foi enviado através do roteador até o destinatário

  • O destinatário respondeu a mensagem com outro pacote ICMP para a origem.

  • O teste de conectividade foi bem sucedido!

 


VOCÊ COMPLETOU O HELLO WORLD NO PACKET TRACER. PARABÉNS! FAÇA ALGUNS EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO ABAIXO.